Como vencer a depressão com atividade física

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

 

vencendo a depressão com atividade física

A depressão é uma das doenças que mais afeta a população atualmente e estima-se que cerca de 300 milhões de pessoas ao redor do mundo sofrem com esse transtorno. Neste post você vai conhecer dicas de como vencer a depressão com atividade física. Trata-se de uma doença psiquiátrica que ocorre por uma alteração psíquica e orgânica global, em que a pessoa fica com falta de vitalidade e com alterações na maneira de valorizar a realidade. Além disso, sentimento de tristeza, insegurança, culpa, pessimismo e negatividade são percebidos.

É possível vencer a depressão com atividade física?

Porém, a depressão pode ser curada e a atividade física é considerada essencial no tratamento da doença. O exercício físico realizado de forma regular tem a capacidade de melhorar o humor e fazer com que o sentimento de tristeza e o estresse diminuam. Isso ocorre, pois ao praticar atividades físicas é liberado o hormônio “endorfina”, conhecido popularmente como o hormônio da felicidade, e que funciona como um analgésico natural, aliviando as tensões e regulando as emoções.

Os exercícios escolhidos vão de acordo com o perfil da pessoa, assim como a freqüência que será realizada. É importante que a pessoa escolha uma atividade que goste ou que tenha interesse em aprender, pois assim a possibilidade da prática ser regular é ainda maior. Para os iniciantes e jovens, uma caminhada realizada três vezes por semana é uma boa pedida, já para os idosos, a musculação feita com acompanhamento profissional é uma ótima escolha.

A prática regular de atividades físicas também ajuda as pessoas que estão sofrendo de depressão, pois auxilia no sono. Geralmente, pessoas depressivas possuem a tendência de trocar o dia pela noite ou ter dificuldade para dormir, devido ao alto grau de ansiedade e estresse. Com a prática de exercícios físicos, é possível que o sono fique mais equilibrado.

Outro benefício da prática de atividades físicas para pessoas depressivas é que ajuda a tirar o foco dos problemas. Ao estar se exercitando, o indivíduo esquece um pouco dos contratempos, o que permite que lide melhor com os mesmos. Como após os exercícios, a endorfina é liberada, a sensação de bem estar se instala, fazendo com que o indivíduo volte a pensar nos problemas, mas de uma forma mais leve.

É interessante também ressaltar que a prática de exercícios físicos faz com que ocorra maior envolvimento social do depressivo. Pessoas que sofrem com depressão, muitas vezes, encaram a socialização como uma missão impossível. Porém, com a prática de exercícios a probabilidade de interação social é aumentada, pois a pessoa irá se envolver com outros alunos, com o instrutor, entre outros.

É interessante destacar que estudo realizado pela Translational Psychiatry analisou como a prática de exercícios físicos pode ajudar no tratamento contra a depressão. A pesquisa foi realizada através de testes com pessoas depressivas que praticaram meditação e exercícios aeróbicos por oito semanas. A conclusão que chegaram é que houve um aumento do número de células no hipocampo, que são as responsáveis pela memória e pelo humor e, assim uma melhoria no tratamento da doença.

Vale ressaltar, também, que a prática de exercícios físicos não só ajuda no tratamento contra a depressão, como também na prevenção. Com a prática regular, os sentimentos ficam mais equilibrados, é estimulada a sensação de bem estar, conforto, alegria e o entusiasmo diante da vida. Se você não quer ter depressão, uma boa indicação é: mova-se!

Dicas para ajudar no tratamento contra a depressão a partir de exercícios físicos

Algumas dicas podem ser essenciais para ajudar a pessoa com depressão a começar a praticar exercícios físicos com regularidade. São elas:

– É importante que a pessoa com depressão converse com antecedência com o profissional que irá acompanhá-la, pois deste modo se sentirá mais segura sobre como será o processo;

– Caso a pessoa queira fazer apenas 15 minutos de exercícios, é necessário que as pessoas a sua volta respeitem. Não é para existir pressão nesse momento! A intensidade dos exercícios vai ser aumentada de forma gradual e aos poucos;

– Ajudar a pessoa a estabelecer metas. Ao estabelecer metas, é possível que a pessoa fique ainda mais animada com a prática.

Fique ligado no nosso blog pois sempre trazemos temas importantes relacionados à saúde e bem estar.

 

Deixe sua mensagem

Comentários

    Assine a nossa newsletter