Conheça as vacinas recomendadas para as mulheres

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Conheça as vacinas recomendadas para as mulheres | Doutor Agor

Existem algumas vacinas recomendadas para as mulheres que servem para preveni-las de doenças de diferentes naturezas, geralmente causadas por bactérias e vírus. 

Se não aplicadas na hora certa, podem deixá-las suscetíveis a diversas ameaças desnecessárias, que facilmente seriam prevenidas com a vacinação.

No post de hoje iremos falar sobre a importância da vacinação e quais as específicas para mulheres.

Vacinas recomendadas para mulheres

Entre as principais vacinas recomendadas para mulheres, pode-se citar algumas vacinas ideais: a do HPV, Meningocócica C e Hepatite B são as principais quando o assunto é DST.

Elas devem ser aplicadas em meninas de 9 a 14 anos, para evitar a transmissão e contaminação quando começarem a ter relações sexuais.

As demais vacinas, como a de febre amarela, tríplice viral, dupla adulto (DT), pneumocócica 23 valente, tríplice bacteriana e influenza, são recomendadas para faixas etárias superiores, geralmente dos 20 a 30 anos.

Vacinas recomendadas para gestantes

Quase todas as vacinas citadas acima devem ser aplicadas na gravidez, caso a mulher não tenha tomado antes, ou caso tenha tomado na gestação anterior, já que é essencial que de uma gestação para outra tenha o reforço.

Dentre as não recomendadas para esse período estão a de HPV, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), dengue e varicela.

Além das citadas anteriormente, existem outras vacinas que devem ser aplicadas na gestante, de acordo com a indicação médica, para garantir uma gravidez tranquila tanto para o bebê como para a mãe.

Entre elas pode-se citar: 

  • hepatite A, 
  • meningocócica conjugada ACWY,
  • meningocócica B,
  • pneumocócica.

A vacinação é essencial para toda a população

Por falar em vacinas recomendadas para mulheres, é preciso lembrar que todas as pessoas precisam se proteger de dezenas de doenças por meio da vacinação. 

Entenda por que se vacinar é tão importante:

Pacto social de erradicação de doenças

Ao se vacinar, além de estar se protegendo contra doenças graves e até mesmo sem cura ou com sequelas graves, você está protegendo as pessoas que convivem com você e todas as demais que eventualmente terem contato, seja numa fila de mercado ou em algum shopping center.

Isso porque, caso você não se vacinar, pode pegar alguma dessas doenças e transmitir para alguém que ainda não foi vacinado ou que não tomou o reforço, ou ainda para bebês que não podem tomar determinadas vacinas devido a pouca idade.

Sendo assim, você estará infectando dezenas de pessoas de forma secundária!

A vacinação é um pacto social para erradicação de doenças e com ela doenças graves que antigamente matavam milhões de pessoas agora são controladas, como é o caso da varíola, sarampo, coqueluche, hepatite B, poliomielite, dentre outras.

Nada de cair e fake news: a vacinação é recomendada por médicos do mundo todo.

Vacinas são seguras e com eficácia comprovada

Além de serem seguras por causa dos muitos testes de eficácia e segurança por cientistas e médicos, as vacinas são a forma mais fácil de se proteger de infecções.

Diferente do que algumas notícias falsas perpetuam, as vacinas não causam doenças secundárias ou distúrbios, assim como não podem causar mutações genéticas em tecidos ou no cérebro.

Portanto, se tiver dúvidas sobre alguma vacina, se informe em fontes oficiais, de preferência com profissionais de saúde.

Aqui no Doutor Agora você cuida da sua saúde com profissionais experientes e sem tempo de espera!

Disponibilizamos de pronto atendimento para atender você e sua família da melhor forma. Entre em contato para saber mais.

Deixe sua mensagem

Assine a nossa newsletter