Enxaqueca: conheça os sintomas, causas e tratamento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Enxaqueca: Conheça os sintomas, causas e tratamentoExistem diversos tipos de dores de cabeça, como neuralgias, cefaléia tensional, cefaléia em salvas e a enxaqueca. Neste artigo, em especial, nós vamos falar sobre os sintomas, as causas e o tratamento da enxaqueca, um tipo de dor de cabeça específica e bastante comum.

A enxaqueca é uma dor pulsátil que ocorre nos dois ou em um dos lados da cabeça e que pode ser acompanhada de fotofobia, vômito ou fonofobia. Essa crise tem duração, geralmente, de 4 a 72h e pode ocorrer em homens, mulheres ou crianças. A enxaqueca é mais comum em indivíduos de 25 a 45 anos, as crises possuem um padrão para cada indivíduo e o intervalo entre uma crise e outra é variado.

Conheça os sintomas, causas e tratamento da enxaqueca

É importante destacar que as causas exatas para a enxaqueca ainda não são 100% conhecidas, mas que existem estudos que comprovam a relação desse tipo de dor de cabeça com a genética e com alterações no cérebro. Porém, existem gatilhos que indicam que essa dor vai se iniciar e eles variam de pessoa para pessoa. Os gatilhos podem ser, por exemplo:

– Estresse;

– Odores muito fortes;

– Luz intensa;

– Fatores hormonais (ex; pré, durante e pós a menstruação);

– Esforço Físico exagerado;

– Ambientes com barulhos extremos;

– Alimentos como queijos amarelos, frituras e gordura;

– Excesso de álcool;

– Ar condicionado;

– Poucas horas de sono;

– Cansaço.

Sintomas da enxaqueca

Também é importante ressaltar os sintomas da enxaqueca. Geralmente, pessoas que já tiveram essa crise alguma vez, conseguem saber através dos sintomas que a enxaqueca está prestes a acontecer e já podem iniciar o tratamento.

Sobre os sintomas, podemos citar:

– Náusea;

– Vômito;

– Irritabilidade;

– Sensibilidade à luz ou ao som;

– Fadiga;

– Tontura;

– Alterações no apetite;

– Falta de concentração;

– Suor;

– Formigamento.

Tratamento para enxaqueca

O tratamento para a enxaqueca é feito através de medicamentos que devem ser tomados quando a crise acontece. Esses medicamentos deverão ser indicados por um médico, sendo ainda melhor caso seja um especialista em dores de cabeça. É o médico também que, dependendo do caso, poderá indicar medicamentos para prevenir a enxaqueca, como betabloqueadores e neuromoduladores. Lembre-se: nunca se automedique!

Além disso, também é possível tomar algumas atitudes para prevenir o desencadeamento da temida enxaqueca, como:

– Anotar detalhes a respeito da enxaqueca. Aconteceu em qual horário? O que você comeu nesse dia? Como estava o seu dia antes da enxaqueca?

– Evitar fatores ambientais que sejam gatilhos;

– Prestar atenção nos sintomas, como ansiedade/estresse;

A crise de enxaqueca aconteceu. O que devo fazer?

Quando a crise de enxaqueca acontecer, é possível seguir algumas dicas que podem ser bastante positivas:

– Não se esqueça de tomar o medicamento! Assim que a crise começar, já tome o medicamento que foi indicado pelo seu médico. Não opte por esperar que a crise se instale por completo antes de ingerir o remédio;

– Procure compreender qual é o padrão das suas crises de enxaqueca. Deste modo, você saberá identificar quando a enxaqueca irá ocorrer;

– Descanse em lugar escuro e sem barulho. Quando ocorre a enxaqueca, é muito comum que os indivíduos fiquem com maior sensibilidade à luz ou aos sons. Por isso, opte por deitar de forma confortável em um lugar escuro ou com luz baixa e permaneça em repouso;

– Preste atenção na sua alimentação! Quando a crise acontecer, opte por alimentos leves, pois é possível que você sinta vontade de vomitar. Não esqueça também que alimentos muito gordurosos podem ser desencadeadores da enxaqueca;

– Hidrate-se! Beba sempre muita água.

Seguindo essas dicas e procurando ter sempre hábitos saudáveis é possível se antecipar às crises de enxaqueca e assim controlá-la. Continue ligado em nosso blog, assim você poderá ter acesso à informações importantes sobre saúde e bem estar.

 

Deixe sua mensagem

Comentários

    Assine a nossa newsletter