O que é Pré-diabetes e como tratar?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O que é Pré-diabetes | Doutor Agora

Você já fez exame de rotina ou de glicose em farmácia quando há algum evento de saúde e se assustou com os altos índices de glicemia? A pré-diabetes se apresenta com certa resistência à insulina e ocorre muito quando as pessoas não têm o hábito de se cuidar regularmente. Com isso, o corpo já começa a dar alguns sinais, o pâncreas para de produzir insulina em excesso devido às tentativas de controlar os níveis de açúcar. 

A condição pré-diabética está muito ligada ao ganho de peso, sedentarismo e alimentação hipercalórica. Por ser uma doença multifatorial, há várias causas incluídas, inclusive a genética. Por isso, o exame regular é essencial não só para prevenir outras doenças, mas principalmente a Diabetes. 

Fatores de risco

Um dos principais fatores de risco da pré-diabetes está associada ao ganho de peso. Com o aumento de peso, o pâncreas começa a produzir insulina e esse estado de produção excessiva começa a ganhar resistência, fazendo com que a insulina acabe funcionando pouco. 

Outro fator de risco está associado à família e condições hereditárias. Se você tem pré-disposição e parentes próximos com Diabetes, é bom ficar atento! Além disso, hipertensão arterial, problemas de ovários policísticos e altos níveis de triglicérides no sangue também proporcionam o maior risco de desenvolver Diabetes. 

Pré-diabetes não acompanha sintomas, pois muitas vezes só é detectado em exames de rotina.  Por isso, é essencial ir ao médico regularmente ou à farmácias fazer esse acompanhamento. 

Como detectar a pré-diabetes

Se no exame de rotina ou nesses farmacológicos a glicemia estiver entre 100 e 125 mg/dL indica alteração e necessidade de fazer a curva glicêmica simplificada que pode ser feita com 75 gramas de glicose. Se esta curva glicêmica mostrar um valor entre 140 e 199 mg/dL, pode ser detectado então a pré-diabetes.

Quando isso acontece você deve buscar ajuda médica imediatamente para ver qual tipo de tratamento será adotado. O médico irá avaliar as suas condições rotinas, fatores familiares e outros para associar o melhor tipo de tratamento e recomendar alterações nos hábitos. 

Como tratar a Pré-diabetes

Na maioria dos casos será necessária uma orientação médica para mudanças de hábito, redução no consumo de calorias na alimentação, além de uma rigorosa dieta para perder gorduras saturadas. Além disso, a atividade física é uma importante aliada nesse processo.  

Em outros casos, o médico pode aplicar medicamentos junto ao paciente e prevenir a evolução da doença. Em casos de ganho de peso, a redução em até 7% da massa corporal pode ajudar a estabilizar o metabolismo. 

E você? Já fez o exame de glicose este ano? A prevenção é sempre o melhor tratamento para que a doença não possa evoluir!

Deixe sua mensagem

Comentários

    Assine a nossa newsletter