Saúde da mulher além dos exames ginecológicos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Quando falamos em saúde da mulher, não só englobamos o acompanhamento ginecológico e os exames de rotina, que apesar de serem essenciais para prevenir doenças e avaliar o estado físico geral, não englobam tudo.

De acordo com a PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), 51,8% da população do Brasil é feminina, que além de estarem em maior quantidade, também vivem mais que os homens. Isso se explica pela maior preocupação delas com o autocuidado.

Assim como qualquer pessoa, as mulheres precisam de atenção em outros setores de suas vidas, como o estado psicológico, a alimentação e muitos outros.

No post de hoje iremos falar sobre a saúde da mulher e os principais fatores a serem levados em conta na hora de cuidar de si mesma. Confira!

Acompanhamento ginecológico é essencial, mas é preciso se atentar a outros fatores 

É com o acompanhamento feito com o ginecologista que a paciente terá orientações sobre prevenção de ISTs, tratamento de doenças nos órgãos reprodutores, acompanhamento da gestação, dentre outros.

No entanto, engana-se quem pensa que os cuidados relativos a elas se resumem a isso. No Brasil, a taxa de mulheres com diabetes é maior do que dos homens, atingindo 5,4 milhões, assim como a depressão, que também está em maioria no sexo feminino.

Por isso, se atentar a outros fatores, como a saúde geral e mental, é de extrema importância.

Como manter a saúde da mulher?

Como dito anteriormente, a saúde da mulher depende de atenção em vários aspectos, entenda quais são.

Cuide do seu corpo

Cuidar do corpo de forma geral é de extrema importância, pois, como dissemos anteriormente, existem doenças perigosas que possuem maior incidência nas mulheres.

Por isso, fazer check-ups anuais, procurar um especialista ao sentir algum sintoma adverso e manter acompanhamento com um médico de confiança é o ideal.

Inclusive, em momentos como a chegada da menopausa, a atenção com a saúde precisa ser maior, já que nessa fase da vida a grande mudança hormonal pode trazer incômodos e aumentar a prevalência de doenças cardíacas, ósseas, dentre outras, por exemplo.

Alimentação saudável

A obesidade e problemas cardiovasculares são comuns no país, inclusive na população feminina.

Por isso, se alimentar corretamente é de extrema importância para manter a saúde da mulher, já que alimentos gordurosos, ricos em sódio, açúcar e gorduras podem trazer males inestimáveis para a saúde física, assim como aumentar as chances de doenças metabólicas, como diabetes tipo 2.

No Brasil mais de 300.000 pessoas morrem por causa de problemas no coração, sendo o sedentarismo e alimentação incorreta um dos maiores causadores.

Cuidar da saúde mental

As mulheres são mais propensas a desenvolver depressão, uma doença psicológica responsável por milhares de suicídios ao redor do planeta.

Cuidar da saúde mental, realizar atividades de lazer, fazer pequenas pausas durante o trabalho, fazer terapia, assim como procurar ajuda em casos em que a tristeza e sensações negativas ocupam grande parte do dia é importante para manter se manter saudável.

É importante saber que ansiedade e outros distúrbios têm tratamento e a vergonha é um dos maiores impeditivos de procurar ajuda profissional.

Agora que você já sabe o quanto é importante cuidar da saúde da mulher, conheça nosso espaço ou marque uma consulta online, nossos especialistas estão preparados para lhe atender.

Deixe sua mensagem

Comentários

    Assine a nossa newsletter