Tabagismo faz mal: saiba como parar!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Tabagismo faz mal: saiba como parar!

Não há mais dúvidas que o tabagismo faz mal e que esse vício é o responsável por diversas doenças.

O cigarro, além de prejudicar o fumante, acaba causando problemas para as pessoas que convivem no mesmo ambiente.

Um artigo publicado pelo INCA, Instituto Nacional de Câncer, afirma que pessoas que convivem com fumantes acabam respirando as mesmas substâncias tóxicas.

A fumaça do produto contém mais de 7.000 compostos químicos, onde 69 dessas substâncias provocam câncer. Definitivamente, o tabagismo faz mal e leva muitas pessoas a óbito.

Diante dessa realidade, muito além de proteger a sua saúde, o abandono do cigarro estará contribuindo para a qualidade de vida daqueles que você ama e quer bem. Continue lendo nosso post e saiba o que fazer para parar de fumar!

Por que o tabagismo faz mal?

Além de conter um número assustador de substâncias e compostos químicos, o que já é mais que suficiente para comprovar os malefícios do cigarro, outros motivos também colaboram para a busca do abandono do tabaco.

Para lembrá-lo que o tabagismo faz mal e incentivá-lo a largar o cigarro, conheça os efeitos desse vício:

  • prejudica a respiração,
  • faz mal ao coração,
  • favorece a tuberculose,
  • possibilita doenças gastrointestinais,
  • desenvolve a impotência sexual,
  • colabora com a infertilidade,
  • causa câncer,
  • afeta a sua aparência,
  • ameaça a saúde de amigos e familiares.

Como parar de fumar?

Parar de fumar não é tarefa fácil.

Muitas pessoas desejam abandonar o vício, no entanto, as dificuldades são muitas, pois a nicotina é a grande responsável pela dependência química.

Essa substância encontrada no tabaco é psicoativa, ou seja, produz a sensação de prazer, fazendo com que seus consumidores aumentem o consumo e se tornem dependentes.

Parar de fumar exige determinação, força de vontade e disciplina. 

Para obter sucesso nesse processo, siga nossas dicas:

Elimine gatilhos

Não permita que situações e locais façam com que você de forma automática acenda o cigarro, para isso:

  • retire os cinzeiros de casa e do local de trabalho,
  • não leve o maço de cigarros consigo quando for dirigir,
  • anote no maço o horário do último cigarro consumido,
  • mude o trajeto para não passar na frente da loja onde você compra o produto,
  • peça aos amigos e familiares para não convidá-lo para fumar.

Pare aos poucos

Se você estiver determinado e não boicotar os seus planos, parar de fumar aos poucos pode ser uma excelente maneira de se livrar do vício de forma gradativa.

Uma boa ideia é reduzir em 25% o consumo do produto por semana. A redução gradativa vai preparando o seu organismo e sua mente para alcançar os resultados.

Ao final de 30 dias você terá eliminado o tabaco de sua vida.

Substitua a nicotina

Outra maneira de se livrar do problema é realizando uma substituição, ou seja, procure uma orientação profissional e troque o cigarro por chicletes ou pastilhas que possuem pequenas dosagens de nicotina.

Outro formato existente é o adesivo que, aplicado na pele continuadamente, libera nicotina em pequenas quantidades, evitando que o corpo sinta a abstinência e diminua os sintomas de estresse, ansiedade e mau-humor.

Procure ajuda

A última e mais essencial dica consiste na busca por ajuda para conseguir se livrar do tabaco.

A ajuda médica é muito importante para enfrentar o vício e a vontade em acender o cigarro, pois, mesmo sabendo que o tabagismo faz mal, o desejo e impulso em voltar a consumir o produto é grande.

O acompanhamento profissional irá possibilitar que o médico avalie a sua situação e, se for o caso, iniciar um tratamento medicamentoso para vencer esse difícil período.

Como se observa, existem saídas para se libertar do problema, onde contar com profissionais capacitados é uma excelente opção. Agende uma consulta com o Doutor Agora e liberte-se do tabagismo, enfrentando com tranquilidade o momento e contando com o apoio de especialistas que o ajudarão!

Deixe sua mensagem

Assine a nossa newsletter