Diabetes Infantil – Fique atento aos sintomas

A Diabetes Mellitus tipo 1 é a forma mais comum dessa condição em crianças e adolescentes e corresponde a destruição das células que produzem insulina através do pâncreas e gera o aumento dos níveis de açúcar no sangue, sendo assim tratado com insulina subcutânea. Já a Diabetes Mellitus tipo 2 é mais comum na idade adulta e ocorre quando os órgãos param de responder a síntese de insulina, que é possível que seja até mesmo elevada. Esse tipo de Diabetes possui relação com obesidade, má alimentação e sedentarismo.  

Para identificar se o seu filho possui Diabetes Mellitus tipo 1 ou tipo 2, é necessário prestar atenção em quais são os sintomas de cada uma delas.

Sintomas da Diabetes Mellitus Tipo 1

– A criança/adolescente está, constantemente, com vontade de urinar;

– Sensação freqüente de sede;

– Sonolência sem motivo;

– Fome em excesso;

– Perda de peso sem razão;

– Cansaço;

– Coceira;

– Infecções freqüentes;

– Mudança de humor repentina.

Sintomas da Diabetes Mellitus Tipo 2

– Sede freqüente;

– Sensação de boca seca;

– Vontade de urinar com freqüência;

– Cansaço;

– Visão turva;

– Cicatrização lenta;

– Formigamento freqüente em mãos e pés;

– Infecções freqüentes;

– Coloração escura em axilas e pescoço.

Quais providências eu devo tomar?

Após identificar que o seu filho possui os sintomas descritos anteriormente, é necessário procurar um médico e, neste caso, um pediatra é o profissional mais indicado. Para realizar o diagnóstico, o médico irá solicitar alguns exames de glicemias, que pode ser, por exemplo, de glicose em jejum, glicemia capilar ou teste de tolerância a glicose.

Caso o resultado seja positivo e o seu filho seja confirmado com Diabetes Mellitus Tipo 1 ou 2, o médico irá fazer as orientações e programar o tratamento para que a criança/adolescente  consiga conviver bem com essa condição.

O tratamento

Embora os tratamentos para Diabetes Mellitus  tipo 1 e Diabetes Mellitus tipo 2 sejam diferentes, em ambos os casos é imprescindível que o combo “alimentação balanceada” e “prática regular de atividades físicas” esteja presente.

O tratamento para Diabetes Mellitus tipo 1 consiste na aplicação de injeções de insulina algumas vezes durante o dia, pois como o  pâncreas não produz insulina, a injeção serve para “imitar” o hormônio que é produzido normalmente por organismos que não possuem essa condição. Para tal, existem dois tipos de insulina, uma de ação rápida, para ser aplicada após as refeições e outra lenta,  que deve ser usada em horários pré determinados.

É muito importante destacar que os tratamentos para Diabetes Mellitus tipo 1 estão cada vez mais avançados e que, hoje em dia, é possível encontrar diversas formas para fazer essa aplicação de insulina, como, por exemplo, canetas e até mesmo uma bomba que fica presa ao corpo.

Já o tratamento da Diabetes Mellitus Tipo 2 em crianças, é realizado, inicialmente, através de remédios que fazem com que as taxas de glicose no sangue fiquem menores, além de auxiliar no funcionamento do pâncreas. Vale dizer que, em alguns casos mais graves, é possível que o médico recomende o uso de insulina. Para entender melhor quais são os medicamentos indicados para a Diabetes Mellitus Tipo 2, é necessário visitar um médico, pois só ele poderá definir qual é o medicamento mais indicado para cada indivíduo. Em hipótese alguma, medique o seu filho sem o acompanhamento de um profissional.

Prevenção

A Diabetes Mellitus Tipo 1, embora seja uma condição que pode ser controlada, ela não pode ser prevenida ou curada. A comunidade cientifica está em busca de soluções para que esse tipo de Diabetes possa ser curada e estudos e pesquisas relacionados a criação do pâncreas artificial estão em andamento.

Porém, é possível prevenir a Diabetes Mellitus tipo 2. Essa prevenção consiste em promover hábitos saudáveis, controlar a obesidade e manter uma rotina regular de atividades físicas. Para tal, evitar açúcar (refrigerantes, por exemplo), diminuir a fritura, incluir vegetais, legumes, verduras e frutas na alimentação e praticar ao menos 60 minutos de exercícios físicos diariamente são consideradas práticas essenciais.  

Aqui no Doutor Agora temos pediatras experientes prontos para atender seu filho e acompanhar cada etapa de seu vida.

l

 

 

 

>