Fratura fechada: O que fazer em casos de fraturas fechadas?

fratura fechada

Fratura fechada: O que fazer em casos de fraturas fechadas?
Quando um osso parte provocando dor, incapacidade de se movimentar, inchaço, formação de uma área arroxeada ou até mesmo deformidade, provavelmente uma fratura aconteceu. Existem dois tipos diferentes de fraturas, a aberta e a fechada, e ambas precisam de atenção.
Neste artigo, em especial, nós vamos te contar o que deve ser feito em caso de fraturas fechadas.
O que é fratura fechada?
Em primeiro lugar, é muito importante entender o que é a chamada fratura fechada. A fratura fechada é aquela em que o osso está quebrado, porém a pele não foi afetada, não sendo permitido então observar o osso.

Medidas a serem tomadas em caso de fratura fechada
Em caso de suspeita de fratura fechada, é necessário realizar alguns procedimentos de primeiros socorros. Sigas as dicas a seguir!

1 – O órgão afetado deve ficar em repouso, para tal, não tente mexer ou consertar uma fratura, só o médico pode fazer isso;
2 – Imobilize as articulações localizadas abaixo e acima da lesão. Para isso, o ideal é a utilização de talas, mas caso não haja, você pode improvisar com pedaços de madeira ou papelão, que podem ser acolchoados com panos limpos;
3 – Não ofereça qualquer tipo de alimento ou água ao ferido;
4 – Aguarde o apoio médico. Caso não seja possível, leve a vítima no pronto socorro mais próximo;
5 – A confirmação da fratura é feita unicamente pelo médico, que após uma avaliação e exames poderá dar o diagnóstico e indicar o tratamento necessário.

Quando suspeitar de uma fratura?
Sempre que ocorrer impacto em algum membro e for observado alguns dos sintomas a seguir, é possível que tenha ocorrido uma fratura. Não deixe de procurar um médico!

– Dor intensa, que piora ao se movimentar;
– Inchaço;
– Deformação;
– Formação de uma área com coloração arroxeada;
– Barulho de crepitação ao se movimentar;
– Incapacidade ou dificuldade de se movimentar;
– Encurtamento de um membro;
– Espasmos na área afetada;
– Falta de sensações (entorpecimento).

Por que ocorrem fraturas?
As fraturas ocorrem quando o osso se quebra por não aguentar determinado impacto. Elas podem acontecer mais freqüentemente devido ao envelhecimento dos ossos que pode ser causado por algumas doenças, como a osteoporose, por exemplo. Caso os ossos estejam enfraquecidos, é possível até que ocorram fraturas devido a movimentos não muito pesados.

Prevenção
Existem algumas medidas que podem ser tomadas para prevenir as fraturas. Saiba quais são e cuide da sua saúde hoje mesmo!

Mantenha-se no peso ideal
A obesidade e o baixo peso são dois fatores que aumentam a chance de fraturas, sabia? Pois é! Pessoas acima do peso acabam por causar muito esforço nas articulações, o que favorece quedas e dores. Já as pessoas com baixo peso se tornam mais suscetíveis a fraqueza dos ossos e, conseqüentemente, são mais propensas a terem fraturas.

Pratique exercícios físicos com regularidade
A prática de atividades físicas com regularidade aumenta o aporte de cálcio ao osso, o que evita quedas. Escolha o exercício físico que mais te agrada e comece a praticar hoje mesmo!

Alimentação Balanceada
Os alimentos possuem o poder de deixar os ossos mais fortes! Lembre-se que os alimentos essenciais para os ossos são o cálcio e a vitamina D e não deixe de ingeri-los diariamente. Leite e seus derivados e os vegetais cor verde escuros são exemplos de boas fontes de cálcio.

Faça um check-up ósseo
Existe um exame para medir a densidade dos seus ossos, sabia? Ele se chama densitometria e deve ser feito anualmente por pessoas com mais de 50 anos.

Em caso de dúvida, não espere! Procure imediatamente o Doutor Agora!

>